quinta-feira, 9 de março de 2017

INPE, FAPESP e FINEP Promovem Reunião Com Empresas Selecionadas no Programa PIPE/PAPPE Espacial

Olá leitor!

Segue abaixo a nota postada hoje (09/03) no site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), destacando que o instituto, a FAPESP e o FINEP promovem reunião com empresas selecionadas no Programa PIPE/PAPPE Espacial.

Duda Falcão

INPE, FAPESP e FINEP Promovem Reunião
Com Empresas Selecionadas no Programa
PIPE/PAPPE Espacial

Quinta-feira, 09 de Março de 2017

No dia 15 de março (quarta-feira), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) receberão os representantes das empresas selecionadas por meio do Programa PIPE/PAPPE Subvenção, destinado a apoiar pesquisa voltada ao desenvolvimento de tecnologias e produtos para aplicações espaciais. 

A reunião será às 9 horas no 1° andar do prédio do LIT, na sede do Instituto, em São José dos Campos (SP).

Na oportunidade, a FAPESP anunciará as empresas vencedoras dos desafios tecnológicos e serão dirimidas eventuais dúvidas sobre a contratação relacionada à chamada PIPE/PAPPE.

Para mais informações sobre a reunião, envie email para pappe.subvencao@inpe.br.

PIPE/PAPPE Espacial

O INPE busca fazer com que o Brasil obtenha autonomia em todo o processo que envolve o desenvolvimento, a integração, o lançamento e o controle de satélites. Para isso, adota uma política industrial que permite a qualificação de fornecedores e contratação de serviços, partes, equipamentos e subsistemas junto a empresas nacionais.

Os desafios tecnológicos propostos nesta chamada do Programa PIPE/PAPPE estão divididos em sete grandes grupos: instrumentos embarcados da missão EQUARS; eletrônica e óptica espacial; propulsão; transponder digital e antena; suprimento de energia; integração de sistemas; controle de atitude e órbita.


Fonte: Site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)

Comentário: Parece leitor uma boa notícia e espero realmente que esteja tudo dento do cronograma inicialmente previsto, conduzido com idoneidade e que as empresas selecionadas sejam realmente empresas brasileiras e possam cumprir os prazos estabelecidos, mas duvido muito que acabe ocorrendo dessa forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário