terça-feira, 11 de julho de 2017

AEB Levará Diversas Atividades à 69ª SBPC em Belo Horizonte (MG)

Olá leitor!

Segue abaixo a nota postada ontem (18/07) no site da Agência Espacial Brasileira (AEB), destacando que a Agencia participará de diversas atividades durante a da 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Duda Falcão

AEB Levará Diversas Atividades à
69ª SBPC em Belo Horizonte (MG)

Coordenação de Comunicação Social – CCS
Publicado em: Brasília,
10 de julho de 2017


Com o tema “Inovação, Diversidade, Transformações”, a Agência Espacial Brasileira (AEB) participará no período de 16 a 22 de julho da 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), e da 25ª SBPC Jovem. Os eventos serão realizados no campus Pampulha da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte (MG), e a expectativa é receber cerca de 10 mil visitantes por dia.

Estão programadas para o evento diversas atividades científicas e culturais, como conferências, mesas-redondas, minicursos, sessões especiais, assembleias, reuniões de trabalho e encontros. O programa foi preparado com o objetivo de mostrar aos visitantes e participantes um panorama amplo do que se faz hoje de melhor em ciência no Brasil. A SBPC é considerada o maior evento científico e tecnológico da América Latina.

No stande ExpoT&C, espaço que reúne as unidades de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a AEB estará presente com exposições sobre o Programa Espacial Brasileiro (PEB).

Durante sete dias a AEB irá apresentar o Programa Espacial, por meio de diversas palestras, oficinas e exposições. A importância e o funcionamento de satélites, como o Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), o satélite de pequeno porte do programa Sistema Espacial para Realização de Pesquisa e Experimentos com Nanossatélites (Serpens) e a implementação do Programa Globe da NASA, no Brasil, são temas de destaque das palestras oferecidas pela AEB.

O público que visitar o evento vai conferir a exposição de maquetes de satélites brasileiros, como o Amazonia-1, SGDC, Satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres (CBERS), Satélite de Coleta de Dados (SCD), Serpens-1, o VLSSat e o CanSat, que estarão expostas para o público, além do Veículo Lançador de Satélites (VLM) e do Veículo Lançador de CanSat. Outra atração é o Rover — carro robótico de exploração espacial feito para se locomover em terrenos extraterrestres.

Oficinas – As oficinas irão ensinar de forma didática conteúdos sobre satélites, astronomia, veículos, plataformas e aplicações espaciais. O objetivo das atividades é despertar vocações e interesse do público pelo setor espacial.

Nesta edição da SBPC, a palestra “Robótica Educacional e Oficina de Demonstração de alguns robôs pequenos” acontecerá no Espaço Maker do MCTIC. Nele o professor da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) e colaborador do Programa AEB Escola, Izaias Lopes usará uma impressora 3D para confeccionar miniaturas do SGDC e do VLM, que serão sorteadas entre os participantes das palestras da AEB.

Na 25ª SBPC Jovem, o Programa AEB Escola fará atividades interativas. Serão ministradas oficinas de carrinho foguete, foguete de garrafa pet, e oficina demonstrativa da Estação Meteorológica utilizadas pelo Programa Globe da NASA. Além dessas atividades, estarão presentes no estande da AEB Escola, do dia 17 a 19, os integrantes da equipe Spacetroopers — primeira equipe brasileira a participar do NASA Rover Challenge e a ganhar o Pit Crew Award, por demonstrar desenvoltura, liderança, persistência e criatividade na resolução de problemas. O estande também contará com apresentações da sonda robótica Jaci e de projeções de filmes interativos no planetário itinerante.

SBPC – A SBPC tem como principal objetivo popularizar e valorizar a produção científica nacional e inseri-la no cotidiano dos cidadãos brasileiros. A programação contará com mais de 240 atividades, com a participação de pesquisadores renomados do Brasil e exterior, e gestores do sistema estadual e nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. A SBPC deste ano marcará os 90 anos da UFMG.

Entre os demais temas que serão debatidos nas conferências estão “Vírus emergentes: diversidade genética e inovação no diagnóstico, estudo e tratamento”, “A inconfidência mineira”, “Os desafios da pós-graduação”, “Transformações sociais e políticas, o Brasil no mundo contemporâneo”, entre outros. O evento será transmitido ao vivo pela Rádio SBPC e pelo canal do Youtube da SBPC.

Confira a programação de palestras e oficinas oferecidas pela AEB:

Auditório da Reitoria

19/07: 18h – Sessão Especial: Lançamento do Programa Globe (AEB/Nasa);

Espaço Auditório/MCTIC

19/07: 14h – Gabriel Figueiró de Oliveira – “Pequenos Satélites e o Projeto Serpens”;
16h40 – Pedro Henrique Dória Nehme – “Pequenas Viagens Espaciais”;

20/07: 14h – Pedro Luiz Kaled da Cás – “Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas”;

17h – Rodrigo Leonardi – “Missões Espaciais”;

Espaço Maker/MCTIC

19/07 e 21/07: 14h30 – Izaias Lopes – “Robótica Educacional e Oficina de Demonstração de alguns robôs pequenos” e “Oficina de Arduíno”;

20/07: 9h –  Izaias Lopes – “Robótica Educacional e Oficina de Demonstração de alguns robôs pequenos” e “Oficina de Arduíno”;


Fonte: Site da Agência Espacial Brasileira (AEB)

Comentário: Hummmm, interessante esta programação, fora a parte direcionada ao SGDC que não se deve dar a menor importância por ser a mesma  cheia de inverdades e de lixo politico propagandista para enganar a sociedade, você leitor mineiro ou de passagem que se interessa pela área e tem pouco conhecimento sobre as atividades espaciais do país deve comparecer e aprender como essas atividades são de suma importância para o futuro de nossa sociedade. Entretanto algumas coisas curiosas chamaram a minha atenção, ou seja, a informação sobre um tal de VLSSat, de um Veículo Lançador de CanSat e de um Rover. Leitor, será que essa incompetente CCS desta Agencia Espacial de Brinquedo (AEB) voltou a pisar na Bola???? Já começa pelo fato da mesma ter errado no significado da sigla do foguete lançador VLM, enfim... vou tentar buscar um esclarecimento sobre isto. Sinceramente é muita incompetência por metro quadrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário